Skip to main content

Em março de 2021, buscando mais transparência na gestão de obras públicas e eficiência nas atividades relacionadas, a Prefeitura de Criciúma implantou um software especializado na gestão de contratos de obras. O Obras.gov foi a tecnologia adotada e, nos primeiros meses de uso, já está propiciando melhorias como integração de dados e informatização de processos. Cidadão e servidor também se beneficiam da mudança, tendo um acesso fácil e centralizado às informações dos projetos que estão sob responsabilidade da Secretaria de Infraestrutura, Planejamento e Mobilidade Urbana do município.

O Obras.gov é uma das tecnologias desenvolvidas especialmente para a gestão pública e que integram o portfólio da Softplan. O software digitaliza todas as etapas de execução de um projeto, da licitação até a entrega, automatizando as rotinas da gestão de contratos de obras públicas.

Em Criciúma, as ações para capacitação e implantação do Obras.gov são gerenciadas por Joice de Medeiros, engenheira da Secretaria de Infraestrutura, Planejamento e Mobilidade Urbana do município. “Buscamos a ferramenta para auxiliar nas rotinas e para prestar contas de uma maneira mais efetiva. Tanto na parte de controle dos contratos como na elaboração do orçamento, na qual a tecnologia da informação permite levar para a licitação um orçamento com a menor quantidade de erros possível, vinculando-o diretamente aos contratos após sua formalização” explica Joice de Medeiros*.

Obras.gov apoia padronização das medições de obra

As informações usadas no dia a dia da gestão das obras que ficam sob responsabilidade da Secretaria passaram a estar centralizadas, evitando o uso de planilhas dispersas e sem padrão. O sistema também exibe o cronograma da obra, mostrando o que estava previsto e o que foi executado.

“Tudo fica informatizado e em uma única plataforma. A informação não vem de vários lugares, mas de um lugar só. Todos os serviços do contrato são lançados uma única vez. Com isso já foi possível observar uma diminuição drástica dos erros de somatória, fórmula, arredondamento – comparando com as medições que eram feitas anteriormente” Joice de Medeiros, engenheira da Secretaria de Infraestrutura, Planejamento e Mobilidade Urbana de Criciúma.

Segundo Joice de Medeiros, a comunicação entre os envolvidos e o acesso às informações melhoraram. As empresas prestadoras de serviço entram no sistema diretamente do escritório ou de qualquer lugar com uma conexão de rede. O especialista do Obras.gov na Softplan, Rafael Scala, explica que essa facilidade é trazida em parte pelo módulo Diário de Obras, que permite que o fiscal lance os dados no sistema a partir do canteiro de obras.

“As informações são inseridas no sistema e, em seguida, já podem ser acessadas pelos envolvidos no contrato, esteja ele no local da obra, no escritório ou em qualquer lugar do mundo. Os dados ficam em nuvem, possibilitando o trabalho simultâneo, eliminando o uso de planilhas abertas e desatrelando o armazenamento de documentos em um computador pessoal.” Rafael Scala, gerente de contas especiais da Softplan.

Tecnologia como apoio à transparência na gestão de obras públicas

A Prefeitura de Criciúma também colocou à disposição dos cidadãos o Mapa Interativo de Obras, uma função do Obras.gov que georreferencia os contratos sob responsabilidade do órgão. Em um mapa online, são exibidas informações como prazo, valor de aditivo, o que foi contratado e o que foi executado, quem são os fiscais da obra, fotos etc . “Hoje o nosso sistema é todo vinculado e automatizado. A partir do momento que aprovamos uma medição, um relatório fotográfico etc, ele já é lançando diretamente no Mapa Interativo de Obras.” explica Joice de Medeiros.

Para aumentar ainda mais os meios para que o cidadão chegue até as informações dos contratos, a Prefeitura de Criciúma inseriu nas placas das obras QR Codes que redirecionam o interessado para o Mapa Interativo de Obras. Ao passar por uma rua e identificar uma obra, basta que o cidadão abra o aplicativo da câmera do celular e faça a leitura do código na placa. Assim, além de estarem padronizados e centralizados, os dados são compartilhados com a população por meio de ferramentas com boa usabilidade, melhorando a transparência na gestão de obras públicas.

“O acesso fácil à informação foi uma melhoria para o cidadão, além de ser gratificante dar visibilidade para o trabalho da Secretaria. Para nós, é fundamental saber que as informações do serviço que estamos fazendo estão disponíveis da forma mais correta, conforme os órgãos fiscalizadores orientam”. Joice de Medeiros, engenheira da Secretaria de Infraestrutura, Planejamento e Mobilidade Urbana de Criciúma.

Prefeitura de Criciúma está entre as primeiras colocadas em ranking de transparência

A preocupação em facilitar o acesso aos dados públicos não é algo recente no município. E os esforços nessa direção são bem avaliados. Em 2020, a Prefeitura de Criciúma ficou na 9ª posição do ranking elaborado pelo Mapa Brasil Transparente, publicado na 2ª Edição da Escala Brasil Transparente. A iniciativa é da Controladoria-Geral da União (CGU) e tem como objetivo avaliar o grau de transparência dos municípios e estados. Entre os pontos analisados está o uso de ferramentas eletrônicas, indicando a relevância da implantação de softwares que facilitem o acesso à informação e tenham recursos que apoiem a transparência na gestão de obras públicas.

Leia mais sobre o Mapa Brasil Transparente.

Em sintonia com essa visão, Joice de Medeiros acredita que a tecnologia da informação veio para facilitar a prestação de contas e principalmente minimizar erros, para que, assim, os órgãos públicos possam prestar serviço à sociedade da melhor forma possível. Para ela, a tecnologia, quando bem utilizada, tende só a facilitar a rotina de quem a usa.

“A redução que tivemos foi de tempo, não só nos processos de fiscalização, mas no tempo de dar uma resposta para o cidadão, permitindo que ele tenha a informação mais rapidamente. O uso dessa tecnologia beneficiou a sociedade inteira e o nosso próprio trabalho” conclui Joice de Medeiros.

Aumentar a agilidade dos processos, otimizar o tempo e os recursos públicos e levar excelência aos serviços digitais prestados ao cidadão. Desde 1990, a Softplan desenvolve soluções que apoiam instituições públicas que estão na busca por esses objetivos, como a Prefeitura de Criciúma. Fale com um especialista e veja como o Obras.gov pode apoiar a gestão de contratos de obras do seu órgão!

*Os depoimentos da engenheira Joice de Medeiros aqui apresentados foram extraídos da sua palestra ministrada no evento Gestão Pública Talks 2021.

Compartilhe esse conteúdo nas redes sociais