Servidores públicos sofrem com falta de estrutura para home office

A maioria dos órgãos públicos brasileiros não têm a infraestrutura necessária para o trabalho remoto. É o que conclui uma pesquisa da startup WeGov e da empresa de desenvolvimento de software Softplan. Segundo o levantamento, a maior parte dos órgãos do setor público está trabalhando remotamente, mas menos de um quarto dos entrevistados (22%) diz ter a infraestrutura necessária para a execução do home office.

Problemas relatados incluem falta de acesso remoto a suas máquinas ou servidores (9,4%), dificuldades de acesso à internet (3,1%), falta de recursos tecnológicos (2,4%), de ferramentas adequadas (4,3%) e de suporte apropriado (1,6%). Metade dos entrevistados informou que o home office nunca havia sido usado pela instituição. O levantamento foi realizado com 373 servidores públicos operando em território nacional entre os dias 19 e 23 de março.

Leia a matéria na íntegra no link: 2Vh5Gtr

Deixe um comentário

20 − 11 =